Vereadores de Cruzeiro do Sul vão ao Hospital Dermatológico Sanitário verificar motivos de falta de medicamentos para Hanseníase

por Administrador publicado 18/01/2021 23h04, última modificação 18/01/2021 23h04

Os vereadores, Márcio da Farinha, Noeca, Altemar, Betão da BR, Zaldo MotoTaxi, e Clerton Souza estiveram na manhã desta segunda-feira reunidos com a gerente geral do Hospital Dermatológico de Cruzeiro do Sul, Helen Siqueira para verificar os motivos pelos quais os portadores de hanseníase estão sem a medicação necessária para tratamento. A visita ocorre após denúncias de que pacientes portadores da doença não estariam recebendo a medicação que é destinada pelo SUS.

Como resposta os parlamentares ouviram da gerente que a falta da medicação é um problema nacional, pois como trata-se de um medicação produzida fora do país e que em função da pandemia do novo Coronavírus ficou difícil a produção e consequentemente a importação para o Brasil, faltando assim esse remédio no Brasil inteiro.

A gerente do Hospital Dermatológico Sanitário de Cruzeiro Sul, Helen Siqueira, explicou aos vereadores que a falta de medicamentos é um problema nacional e não do governo do Estado.
“Agradecemos a presença dos senhores vereadores aqui, mais quero informá-los que este problema não é apenas nosso, essa medicação para hanseníase é produzida fora do país e fomos informados que devido a pandemia não esta sendo possível sua produção em alto escala nem sua importação. Infelizmente não sabemos quando teremos esse problema resolvido porque não se trata de um problema do Estado e sim do país.”.

O vereador Zaldo Moto Taxi disse que a Câmara de Vereadores recebeu várias denúncias de pacientes que estão sem continuar ou iniciar seus tratamentos em razão da falta de medicamentos.
“Após recebermos reclamações de que o Hospital Dermatológico estaria sem medicação para hanseníase, criamos uma comitiva de vereadores para verificarmos a situação. Fomos muito bem atendidos pela senhora Helen que nos explicou que este problema é nacional e que infelizmente nosso país esta sem esses medicamentos. A situação é preocupante, porém não podemos fazer muita coisa já que este medicamento vem do exterior e o Brasil ainda não conseguiu comprar o mesmo.”, concluiu o vereador.

Ascom

error while rendering plone.comments